Guaruclean

2937-9180 | 3436-1049

O selo de associado da APRAG é a garantia de empresa legalizada, que realiza um trabalho sério no controle de pragas urbanas.



Pragas urbanas são espécies de insetos ou animais que infestam os campos e cidades provocando danos à nossa saúde. E podem picar, morder, danificar alimentos e objetos e ainda transmitir doenças ao homem.

Percevejo

 

Percevejo de Cama

  


©Centers of Disease Control


Os percevejos-de-cama estão de volta. Estes insetos praticamente desapareceram a partir da década de 50, quando a utilização de inseticidas de efeito residual, como o DDT, passou a ser uma prática comum e bastante eficaz para o seu controle. Entretanto, nos últimos anos a ocorrência de infestações começou a aumentar após vários anos sem muita alteração. A proibição da utilização do DDT associado ao crescimento das viagens internacionais e ao aumento da densidade populacional com baixas condições sociais na periferia das grandes cidades são as causas mais prováveis para o seu retorno.

Os percevejos-de-cama são pequenos insetos com formato oval que medem menos de 1 cm de comprimento. Possuem coloração castanho-avermelhada e o corpo achatado, mas não apresentam asas.


Alimentam-se de sangue humano, e como normalmente ficam escondidos durante o dia, picam as pessoas durante a noite, principalmente quando elas estão dormindo. Os percevejos adultos, contudo, conseguem viver até um ano sem se alimentar.



© Purdue University


As camas são os locais mais comuns para esses insetos se alimentarem, se esconderem ou depositarem seus ovos. Além delas eles podem se abrigar em poltronas, cadeiras estofadas, fendas nas paredes e molduras e pilhas de roupa. Isto significa que praticamente qualquer local escuro e protegido pode se tornar ótima moradia para os percevejos.

Apesar de não transmitirem doenças para o homem, os percevejos causam grande desconforto. As picadas podem causar prurido, inchaço e inflamação, levando à irritação da pele e até a uma infecção. Com o passar do tempo, a exposição constante à saliva injetada durante a sua alimentação pode resultar em uma reação alérgica a picadas em pessoas mais sensíveis.


Centers of Disease Control


Os percevejos podem invadir uma residência das formas mais diversas, seja carregando-os para casa em uma mala ou muda de roupa após uma viajem ou comprando móveis usados que contenham uma infestação.

Alguns sinais que indicam sua presença são fezes com cor de ferrugem e restos de suas mudas de “pele”, chamadas exúvias, encontradas nos lençóis, no colchão ou em outros locais que apresentem uma colônia. Em casos de infestações sérias, um cheiro doce característico pode ser percebido no ambiente.

Quando houver suspeita de infestação, deve-se notificar o caso a autoridades competentes e contatar uma empresa de controle de pragas para que essa realize o controle de forma eficiente.

 

DORMINDO COM O INIMIGO

 

 

Cimex lectularius – percevejo de cama

 

 

Para quem pensa que dorme sozinho ou no máximo com o(a) companheiro(a), está muito enganado.

Milhares de outros organismos como ácaros da poeira e até mesmo percevejos de cama podem passar a noite e se refestelar do nosso sangue ou caspas que caem por todos os lados.

Vamos falar aqui de um grupo de insetos que pode tirar nosso sono. Falaremos dos percevejos de cama. Isso mesmo. Aqueles que nossas avós contavam que habitava os colchões de alguns lares e hotéis.

O percevejo de cama, gênero Cimex, é um inseto hematófago (que se alimenta de sangue) e de hábito noturno. E apesar deste hábito alimentar, não existe registro de qualquer doença transmitida por esse inseto.

Aparentemente extinto dos lares dos cidadãos comuns, ultimamente as empresas controladoras de pragas têm atendido a chamados devido a presença do percevejo de cama.

O nosso colchão serve de habitat adequado para este intruso. Ali ele encontra abrigo, nas frestas do estrado e da cama, bem como entre as costuras do tecido do colchão. Mas não é somente aí que ele se abriga. Outras frestas, móveis, papéis de parede e tecidos para decoração também podem servir de esconderijo.

Durante o dia os insetos ficam escondidos, mas durante a noite saem a procura de um hospedeiro que servirá de refeição.

Sua presença é notada quando surgem picadas de insetos pelo corpo, principalmente na região de pescoço. Gotas de sangue de cor marrom avermelhada nos lençóis também devem ser observadas.

Deve ser realizada então uma investigação nos potenciais esconderijos destes insetos, além de tentar avaliar de onde pode ter surgido a infestação, já que os percevejos de cama podem ser transportados nas roupas de cama, malas e até mesmo nas mobílias trazidas de outros locais.

Uma boa limpeza, com aspiração do local em todas as frestas e orifícios e a verificação dos potenciais esconderijos são excelentes medidas para minimizar o problema. No entanto, uma empresa controladora de pragas idônea deve ser contatada para realizar o controle químico, que na maioria das vezes é necessário.


Curta a página da Guaruclean no Facebook e fique conectado a nossas informações e notícias