Quarta, 16 Abr 2014
You are here: Home Pragas Urbanas Aranha
Aranha

 

Aranha Armadeira (Phoneutria)

  

 

A aranha armadeira é uma espécie bastante agressiva. São aranhas que medem cerca de 3,5cm de comprimento com pernas que podem medir até  5 cm. Sua atividade é maior ao entardecer e à noite. Esta espécie não tece teia e é comumente encontrada em árvores, principalmente bananeiras e folhagens. É comum ser encontrada no interior de residências. A picada resulta em dor violenta no local que se irradia pela região atingida. A vítima apresenta tonturas, queda de pressão, vômito, sua muito e pode ter espasmos. Caso ocorra picada por esta espécie de aranha, a vítima deve procurar um hospital para aplicação de soro antiaracnídico e aplicação de anestésico ao redor da picada.


 

Aranha Marrom (Loxosceles)

 

 

Foto: Yuri Messas

A aranha marrom é uma espécie pouco agressiva e que possui hábitos noturnos. Seu tamanho é pequeno, cerca de 1 cm de comprimento, passando muitas vezes despercebidas. No Brasil são encontradas dentro de residências de várias cidades.

A aranha marrom constrói uma teia irregular e se esconde sob telhas, pilhas de tijolos, sob quadros, dentro de roupas deixadas penduradas atrás de portas e dentro de sapatos. O acidente ocorre quando a pessoa pressiona a aranha. No ato da picada quase não se sente dor, no entanto, após 12 a 24 horas o local atingido apresenta inchaço e dor, como se fosse dor de queimadura. A vítima então apresenta mal estar e náuseas. Pode ocorrer febre e o local da picada apresentar-se com necrose. Acidentes com crianças podem ser fatais. Nos casos graves a urina fica com cor de coca-cola.

Sintomas: na hora da picada, dor pequena e despercebida; após 12 a 24 h, dor local com inchaço, mal-estar geral, náuseas, e, às vezes, febre. Pode causar necrose local.

Caso grave: urina cor de coca-cola. Ocorrendo acidentes com a aranha marrom, colete a aranha e dirigi-se ao hospital ou posto de saúde, pois é necessário receber soro antiaracnídeo. A vacina antitetânica também é recomendada.

 

Previna-se contra a picada de Aranha Marrom

Entre as aranhas venenosas existentes no Brasil, a pequena aranha marrom, do gênero Loxosceles, é a mais comum. As fotos que ilustram essa matéria revelam a evolução do ferimento causada por uma picada desse tipo de aranha.

O veneno da aranha marrom causa alterações na pele e alterações sistêmicas, que podem levar até a morte e recebe o nome de "Loxoscelismo".

Em virtude do desmatamento e redução dos seus predadores (lagartixa, galinha e sapo), ela adquiriu hábitos urbanos e os acidentes aumentaram.

Curitiba, capital do Paraná, é a cidade no Brasil onde há maior número destes acidentes. Em 1986, foram notificados 92 casos, e o aumento foi progressivo, até que no ano 2000 foram notificados 2102 casos, com algumas mortes também registradas.

 


Ferimento após 3 dias...

COMPORTAMENTO

Essas aranhas não são agressivas e só reagem quando sentem ameaçadas, causando a picada quando pressionadas contra o corpo.

Tanto o macho como a fêmea são venenosos. A maior incidência do acidente ocorre na primavera e verão.

 

 

HABITAT

Elas habitam cascas de árvores, fenda de muros, paredes, forros, pilhas de tijolos, entulhos e dentro de roupas, sapatos e camas.

Alimentam-se de pequenos insetos, têm atividade maior noturna e se reproduzem com facilidade.

 


Ferimento após 4 dias

COMO IDENTIFICA-LÁS

Elas têm cor marrom amarelado ou castanha escuro, por isso são chamadas de aranha marrom. Tem o corpo pequeno, 8 a 15 mm, pata de 8 a 30 mm, pêlos curtos e escassos. Os machos têm o corpo mais delgado e as patas mais largas.

 

 

COMO IDENTIFICAR O ACIDENTE POR ARANHA MARROM

O fato de estas aranhas ficarem escondidas nos calçados, roupas e cama facilitam o acidente, que é indolor e só após 12 a 14 horas surge edema (inchaço), eritema (vermelhão), dor local em queimação com ou sem prurido (coceira), podendo surgir bolha e necrose (morte do tecido).

Edema de mãos, face, pés, longe do local da picada, boca seca, urina escura, oligúria (pouca urina), sonolência e mal estar são sinais de gravidade.

 Ferimento após 5 dias...

O QUE FAZER

A primeira medida é procurar um serviço médico e informar se a aranha foi vista próximo ao local do acidente.

Como os primeiros sinais e sintomas surgem de 12 a 14 horas após a picada, é comum a procura por assistência médica após este período e dependendo do local e sintomas o tratamento pode ser feito com analgésicos, corticóide, soro antiaracnídeo e internação hospitalar.

 

ferimento aranha 6 dias

Ferimento após 6 dias...

QUAIS OS FATORES DE RISCO

  

Os fatores de maior risco de complicações são:

  • crianças e idosos
  • pessoas desnutridas
  • pessoas em tratamento quimioterápico
  • tempo entre o acidente e o atendimento médico
  • quantidade do veneno inoculado
  • local do corpo atingido, como abdome e coxas

 

 

ferimento aranha 9 dias
Ferimento após 9 dias...

TRATAMENTO

O tratamento é baseado na gravidade da lesão, que por sua vez é avaliado conforme os seguintes critérios: no aspecto da lesão, local do corpo onde ocorreu, tempo de evolução entre o acidente e o atendimento, identificação da aranha marrom, idade do paciente, presença de doenças associadas e sintomas presentes.

O veneno da aranha causa necrose da pele (morte do tecido) e pode causar hemorragia de grau leve a grave, complicando com insuficiência renal, anemia aguda e morte.

 

 Ferimento após 10 dias.  

PREVENÇÃO

  • Observar roupas e calçados antes de vesti-los e roupas de cama e banho antes de usá-las.
  • Remover periodicamente quadros, painéis e objetos pendurados.
  • Vedar frestas, buracos na parede, assoalhos e forros.

 

Viúva-Negra (Latrodectus)

 

 

É uma das aranhas mais comentadas em todo o mundo. No Brasil ocorrem somente 3 espécies de Latrodectus e os casos de acidente são raros. São aranhas muito pequenas; onde a fêmea atinge de 8 a 12 mm de comprimento. São totalmente negras com uma mancha vermelha em forma de ampulheta no abdômen. São sedentárias, constroem teias irregulares entrelaçadas com folhas secas. Pode-se encontrar uma pequena quantidade de viúvas-negras com teias próximas umas das outras. No entanto, cada uma possui sua própria teia.

A picada ocasiona dor muito aguda que se irradia por todo o membro ou local atingido. A vítima fica irritada, apresenta tremores, contrações, rigidez abdominal, delírio, alucinações, entre outros sintomas. Já foram registrados casos fatais em crianças. A pessoa picada deve ser levada imediatamente para o hospital para soroterapia. Se possível coletar a aranha para identificação.